Grupo Gay da Bahia lança relatório sobre violência contra a população LGBT em 2018

O documento revela que a cada 20 horas uma pessoa LGBT foi morta de forma violenta no Brasil em 2018. Totalizando 420 lésbicas, gays, bissexuais e transexuais mortos no país vítimas da homolesbotransfobia: 320 homicídios (76%) e 100 suicídios (24%).

O Grupo Gay da Bahia registra dados da violência contra pessoas LGBTQIA+ há 39 anos. Em 2017, o levantamento registrou números recordes desde que o GGB iniciou o banco de dados com a soma de 445 mortes. Em 2018 houve uma pequena redução de 6% em relação ao ano anterior.

Os dados confirmam o Brasil como campeão mundial de crimes de LGBTfobia contra as minorias sexuais. Segundo agências internacionais de direitos humanos, matam-se mais homossexuais e transexuais no Brasil do que nos 13 países do Oriente e África onde há pena de morte contra a população LGBT.

Para ler o relatório completo, é só acessar aqui.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s